Menu

Radio Princesa do Sertão
E-mail:radioprincesadosertao2016@yahoo.com 
Feira de Santana - Bahia - Brasil
Tel: (75) 3226-7280 // 99178-8743 - WhatsApp

Boquira-BA: Ex-prefeito é denunciado ao MPE
Foto TSE
Na sessão desta quarta-feira (07/06), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios aprovaram a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o ex-prefeito de Boquira, Marco Túlio Vilasboas, para que seja apurada a provável prática de ato de improbidade administrativa na contratação das empresas Atrativa Produções e UP Produtora de Eventos para apresentação de artistas/bandas musicais nos festejos juninos de 2014, mesmo após o município ter decretado situação de emergência por conta da seca que assolava a região. O relator do processo, conselheiro Mário Negromonte, multou o gestor em R$25 mil.

As empresas foram contratadas sem a realização de procedimento licitatório e receberam da prefeitura pagamentos que somaram R$499.000,00. Os processos administrativos não apresentaram razões ou justificativas para a escolha das empresas e bandas, nem razões para que não houvesse competição para a definição das atrações artísticas.

A relatoria apurou a existência de irregularidades nas contratações, principalmente em razão dos altos valores pagos para a apresentação de tais artistas e bandas musicais, de pouca ou nenhuma notoriedade. Além disso, os preços cobrados sofreram aumento significativo em virtude da intermediação de terceiros nos contratos celebrados com a Prefeitura, o que não ocorreria com a contratação direta ou através de representante legal exclusivo.

O relator destacou a contratação da Banda “Seu Luiz” como exemplo de relação inadequada de empresários com o ente público, vez que a apresentação foi precificada contratualmente em R$3.500,00, mas foi vendida ao município de Boquira por R$15.000,00, o que é inaceitável. Cabe recurso da decisão. (Fonte: www.tcm.ba.gov.br)
Deputados estaduais e ex-prefeito da Bahia são denunciados por desvio de verba na educação

Denúncia pede que 14 acusados paguem a indenização por danos, em razão dos desvios ocorridos em 18 prefeituras na Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou os deputados estaduais, pela Bahia, Carlos Ubaldino de Santana e Angela Maria Correa de Sousa; o então prefeito do município de Ruy Barbosa (BA), José Bonifácio Marques Dourado; o empresário Kells Belarmino e mais nove pessoas pela prática de crimes capitulados na Lei nº 12.850/2013, que define a Organização Criminosa (Orcrim). A denúncia é um desdobramento da Operação Águia de Haia da Polícia Federal, que investiga desvio de verbas públicas do Fundo de Manutenção da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb) em aproximadamente 20 municípios baianos.

O MPF pede a reparação por danos morais coletivos no valor mínimo de R$ 10 milhões, a ser pago solidariamente por todos os denunciados, considerando os danos sofridos pela população dos municípios atingidos pela ação criminosa da Orcrim, que deixou de receber melhorias educacionais. O pedido destaca o ambiente sistêmico de desvio, apropriação e propina em 18 prefeituras do estado da Bahia decorrente da atuação da quadrilha.

A quadrilha atuou por aproximadamente seis anos e realizou contratações desnecessárias e superfaturadas no valor global de R$ 43.150.000,00, causando prejuízos vultosos aos cofres públicos que estão especificados em cada uma das denúncias já apresentadas no âmbito da Operação Águia de Haia.

Modo de atuação – O esquema envolvia diversos municípios do estado da Bahia e era liderado, em seu núcleo empresarial, por Kells Belarmino. A Orcrim contava com a participação do prefeito de cada município que aderiu ao esquema, do secretário municipal de Educação e dos servidores municipais que atuavam na área de licitação para fraudar e direcionar o certame às empresas de Kells Belarmino, em troca de benefício econômico indevido.

A Orcrim reuniu prefeitos e servidores públicos de aproximadamente 20 municípios para a prática dos crimes de 2009 a 2015, por meio de contratações montadas de serviços educacionais e pedagógicos de tecnologia da informação e direcionadas às empresas controladas pelo grupo mediante crimes licitatórios, corrupção ativa e passiva, desvio de recursos públicos e lavagem de capitais.

A atuação da Orcrim na Bahia estava dividida em dois núcleos. O núcleo empresarial era liderado por Kells Berlarmino e integrado pelo próprio Kells, por sua companheira Fernanda Cristina Marcondes, Marconi Edson Baya, Rodrigo Seabra Bartelega de Souza, Maycon Gonçalves Oliveira dos Santos e Tiago Cristiano Baya de Souza. O núcleo se encarregou de fornecer os elementos necessários à fraude dos certames licitatórios e produzir relatórios que aparentassem a execução contratual, o que efetivamente não ocorreu, além de operar o esquema de desvio de recursos públicos e pagamento de “propinas”.

O núcleo político aliciava prefeitos e servidores públicos municipais para participarem do esquema, o que permitiu o direcionamento de licitações em, pelo menos, 18 municípios. Esse núcleo era comandado pelo deputado estadual Carlos Ubaldino Santana e era composto pelo ex-prefeito de Ruy Barbosa (BA) José Bonifácio Marques Dourado; o filho dele Kleber Manfrini de Araújo; pela deputada estadual Ângela Maria Correia de Souza; pelo ex-prefeito de São Domingos (BA) Izaque Rios da Costa Júnior, além de André Souza Leal, Denivaldo Muniz Lopes Junior e por Benício Ribeiro.

Os recursos do Fundeb que sobravam das contratações superfaturadas eram divididos entre os integrantes da organização criminosa e também utilizados para o pagamento sistemático de propinas a prefeitos e servidores públicos municipais envolvidos no esquema.

A denúncia aguarda recebimento pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Processo nº 0040451-77.2015.4.01.0000/BA.

Fonte: Assessoria de Comunicação MPF da Bahia

As condições de cumprimento das medidas socioeducativas em Salvador serão apuradas pela Defensoria Pública da Bahia (DP-BA). A instituição instaurou um Procedimento para Apuração de Dano Coletivo (Padac) para analisar o funcionamento da Comunidade de Atendimento Socioeducativo (Case) Salvador. A unidade possui capacidade para abrigar 140 pessoas, mas 400 jovens estão custodiados na unidade. O Padac foi instaurado nesta terça-feira (27) e vai investigar a atuação do Estado e da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac). A Bahia possui apenas cinco Cases de internação, localizadas em Salvador, Feira de Santana e Camaçari, e três unidades de semiliberdade em Salvador, Vitória da Conquista e Juazeiro. As unidades não atendem a regionalização prevista nos Planos Nacional e Estadual Socioeducativo. Segundo o documento, as unidades socioeducativas de internação estão localizadas no raio de 100 quilômetros, fazendo com que adolescentes sejam custodiados longe do seu local de origem, o que impede o direito a convivência familiar. A Defensoria Pública determinou, a princípio, a expedição de ofícios ao Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente solicitando dados a respeito do Sistema Socioeducativo Estadual, em especial com relação a situação da Case/Salvador; expedição de ofício à Direção da Fundac questionando a perspectiva de implementação do sistema socioeducativo em todo o Estado da Bahia bem como as gestões a serem realizadas junto as unidades já existentes; visita e inspeção nas unidades socioeducativas de internação do Estado da Bahia, inclusive com avaliação técnica multiprofissional; tratativas junto a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, e a Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da Câmara de Vereadores para debate sobre o objeto do Padac.

Temer é 1º presidente denunciado por corrupção; veja próximos passos

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot apresentou denúncia contra o peemedebista

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou nesta segunda-feira (26) o presidente Michel Temer pelo crime de corrupção passiva, como parte do inquérito que também investiga o peemedebista por obstrução de Justiça e organização criminosa.

A denúncia é resultado das delações premiadas dos executivos do frigorífico JBS e acusa Temer de ser o destinatário dos R$ 500 mil dados por Ricardo Saud, diretor da empresa, a Rodrigo Rocha Loures, ex-deputado federal e ex-assessor especial do presidente, em abril de 2017, em um shopping de São Paulo.

'Sem Lula, eleições não passarão de fraude', diz Gleisi

Apreendido pelos investigadores, o dinheiro seria, segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), uma forma de propina para favorecer a holding J&F, dona da JBS, junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em um processo para reduzir o preço do gás fornecido pela Petrobras a uma empresa do grupo.

Em conversa gravada por Joesley Batista, um dos proprietários da J&F, Temer indica Loures, também denunciado por corrupção passiva, como uma pessoa "da mais estrita confiança".

O peemedebista tornou-se o primeiro presidente na história do país denunciado por corrupção durante o exercício do cargo, e as penas para esse crime vão de dois a 12 anos de prisão, além de multa.

Janot ainda pode denunciá-lo por outros delitos, como obstrução de Justiça, após a Polícia Federal ter enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira, um relatório no qual afirma que o presidente "incentivou" a realização de pagamentos ilegítimos da JBS ao deputado cassado Eduardo Cunha.

Além disso, a PF alega que o peemedebista deixou de "comunicar as autoridades competentes" sobre a "suposta corrupção de membros da Magistratura Federal e do Ministério Público Federal por parte de Joesley.

Próximos passos

Com a apresentação da denúncia, o STF solicitará ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a abertura do processo. Sem poder para barrar o caso, Maia o encaminhará para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

O colegiado dará um prazo de 10 sessões para o peemedebista se defender e de mais cinco para o relator elaborar seu parecer contra ou a favor do prosseguimento da denúncia. Em seguida, o texto do relator será votado em plenário.

Para determinar a instauração do processo, são necessários os votos de 342 dos 513 deputados, ou seja, dois terços do total. Caso a denúncia seja aceita, o presidente será afastado do cargo e julgado pelo STF, já que o delito do qual é acusado é um crime comum, e não de responsabilidade, como no caso de Dilma Rousseff, processada pelo Senado Federal.

Se Temer for afastado, o Palácio do Planalto será assumido interinamente pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), enquanto transcorre o processo. Em caso de condenação no Supremo, Maia será empossado na Presidência da República e terá 30 dias para convocar eleições indiretas. (ANSA)

.

Lula pede renúncia de Temer e antecipação de eleições presidenciais

Em entrevista, Lula defendeu que Temer deve pedir ele mesmo a antecipação das eleições de 2018 e que não se arrepende de ter feito aliança com o PMDB

Uma criança de um ano foi atacada e morta por um cão da raça pit bull no quintal da casa da avó, na última sexta-feira, 23, em Fartura, interior de São Paulo. Vizinhos presenciaram o ataque e mataram o animal, mas não conseguiram salvar o bebê. Ele foi retirado ainda com vida da boca do cão e levado para a Santa Casa da cidade por uma unidade do Serviço Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas já chegou sem vida.

da criança estavam no trabalho e tinham deixado o bebê sob os cuidados da avó, Maria Aparecida Lobato, de 48 anos. A mulher foi ao quintal recolher a roupa estendida no varal e deixou a porta da sala aberta. A criança, que tinha começado a andar, saiu e se aproximou do cachorro, quando foi atacada. O pit bull abocanhou a cabeça do menino.

A mulher contou à polícia que o animal fora adotado havia cinco dias por um tio da criança. Vizinhos disseram que o pit bull já tinha atacado outra pessoa, dias antes. O corpo do menino passou por perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Avaré e foi sepultado neste sábado, 24, no Cemitério Municipal de Fartura. A polícia investiga em inquérito se houve negligência na guarda do animal.

Lula também defendeu que é preciso investigar para ver se denúncias são verídicas
Agência PT
Estadão Conteúdo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu que o presidente Michel Temer (PMDB), denunciado na segunda-feira, 26, pela Procuradoria Geral da República (PGR) por corrupção passiva, renuncie e peça a antecipação de eleições presidenciais diretas imediatamente. Para o petista, Temer deve ou não tomar essa decisão a "depender da pressão" da sociedade.

"O ideal seria um processo mais tranquilo e que o próprio Temer pudesse pedir a antecipação das eleições e a gente poderia escolher, antes de outubro de 2018, um novo presidente da República, um novo Congresso Nacional", disse o ex-presidente em entrevista à Rádio Itatiaia de Minas Gerais nesta terça-feira, 27. "Eu defendo as diretas imediatamente."

Réu em cinco ações penais por corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução de Justiça, Lula afirmou que é preciso investigar o que há contra o presidente para "saber se são verídicas as denúncias". "O Temer pode cair, mas um processo qualquer que aconteça contra um presidente ou contra qualquer ser humano precisa ser investigado", disse à rádio. "Se tiver provas concretas, efetivamente o Temer não tem como continuar.

Lula disse, ainda, que não se arrepende de ter feito aliança com o PMDB enquanto estava na Presidência. "No momento, era extremamente necessário e eu não tinha bola de cristal para saber que o Temer ia dar golpe na Dilma e ajudar a fazer o impeachment."

Palocci

No dia seguinte à condenação do ex-ministro de seu governo, Antonio Palocci, pelo juiz federal Sérgio Moro, Lula falou brevemente sobre a sentença. "O Palocci foi condenado ontem, não tem nenhuma prova a não ser a delação. Fica palavra contra palavra e a pessoa não pode ser condenada por isso", criticou. "A delação não pode ser avacalhada".


Famosos lamentam a morte de Belchior nas redes sociais.

Cantor e compositor cearense morreu em Santa Cruz do Sul neste sábado

Artistas e fãs lamentam a morte do cantor e compositor cearense Belchior por meio das redes sociais. Antonio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes morreu em Santa Cruz do Sul no sábado.

Leia também
Morre, aos 70 anos, o cantor Belchior
Relembre algumas das canções mais conhecidas de Belchior
Distante da vida pública, Belchior foi visto no Rio Grande do Sul e Uruguai

Com golaço de Allione e expulsões, Bahia supera Vitória e avança para final da Copa do Nordeste

Allione marcou o primeiro da partida

O Bahia bateu o Vitória por dois a zero, neste domingo na Arena Fonte Nova, e se classificou para a final da Copa do Nordeste. O time de Guto Ferreira jogou melhor os 90 minutos e agora espera o adversário do duelo entre Santa Cruz x Sport.

No primeiro jogo o Vitória havia superado o Bahia por dois a um. Com o gol marcado fora, o Bahia precisava de um triunfo simples para se classificar.

Os times ainda se encontrão na próxima semana para a disputa das finais do Campeonato Baiano.

  • Clima antes do jogo

O clássico baiano foi realizado com torcida única. Antes da partida o entorno da Arena Fonte Nova foi tomado por tricolores.

A chegada do ônibus do Bahia chamou atenção. O presidente do clube desceu do meio da torcida seguido pelos jogadores do clube que ganharam o apoio total dos torcedores. Mais tarde, a assessoria do clube explicou que os jogadores foram andando até o vestiário porque o ônibus do clube quebrou.


O jogo começou com muita marcação, principalmente no meio de campo, e falta de criatividade de ambas equipes. Até a metade do primeiro tempo os goleiros não haviam feito nenhuma defesa. O Bahia não conseguia criar e o Vitória jogava com o regulamento embaixo do braço.

A partir dos 30 minutos o Bahia melhorou e começou a mandar na partida. Aos 31, Zé Rafael deixou de letra para Edigar Junio. O atacante arriscou o chute, que foi defendido por Fernando Miguel.

O Bahia abriu o placar aos 37 minutos com um golaço de Allione. O argentino recebeu na entrada da área, brilhou Bruno Ramires e bate colocado.

Após o gol o Bahia continuou pressionando, em menos de um minutos, Edigar Junio e Armero criam jogadas pela esquerda. Foram 8 finalizações para o Bahia contra apenas 1 dos visitantes.

  • SEGUNDO DO BAHIA E EXPULSÕES

O Segundo tempo começou com as chances criadas pelas duas equipes. Logo aos quatro minutos Euller cobrou falta quase no meio de campo e levantou a bola na área. Jean saiu errado do gol e Alan Costa desviou para o meio da área. David se joga, toca na bola, mas manda para fora.

Aos nove minutos Allione perdeu uma chance inacreditável. O argentino recebeu na cara do gol e mandou para fora.

O Bahia fez o segundo gol aos 14 minutos. Régis recebeu passe de Eduardo dentro da área, passou com facilidade por Kanu e mandou no canto de Fernando Miguel. Na comemoração o jogador foi para torcida, levou o segundo amarelo e foi expulso de campo. O meia havia tomado um cartão amarelo um minuto antes de marcar.

Rodrigo Lombardi confirma que Emilly foi enganada por seu perfil fake

Como já informamos aqui no TV Foco, a ex-BBB Emilly Araújo passou por um constrangimento enquanto utilizava o Twitter. É que ela conversou com um perfil fake do ator Rodrigo Santoro, que está atualmente no elenco da novela “A Força do Querer”.

“RajGrey é você?! O prazer será meu em fazer ‘Verdades Secretas 2’ ou qualquer outra trama com você. Você é sensacional!!”, disse a sister na rede social, mesmo depois de ser alertada pelos fãs de que não se tratava de um perfil autêntico do ator.

Rodrigo Lombardi, por meio de sua assessoria de imprensa, confirmou a gafe da moça: “Rodrigo Lombardi NÃO tem perfil no Twitter! Ele tem Instagram e página no Facebook”.

Emily posa ao lado de DJ Alok e fãs apoiam: "Par perfeito"

Foto foi compartilhada no sábado pela campeã do BBB 17

Reprodução Instagram

Os fãs da ex-BBB Emily ficaram ensadecidos quando ela publicou uma foto ao lado do DJ Alok. A estudante foi ao Villa Mix Weekend, em Mangaratiba na noite de sábado (29), e tietou o astro.

"A pedidos...", escreveu Emilly. Os fãs 'shipparam' o casal e escreveram comentários como: "Par perfeito", "Eu shippo" e "Ainda não superei essa foto".

Alok é o primeiro artista brasileiro a bater 100 milhões de audições no Spotify, com o hit Hear Me Now.

Após protestos, Pepsi tira do ar propaganda com Kendall Jenner

Comercial da Pepsi foi criticado por banalizar casos de protestos nos EUA (Foto: Reprodução/YouTube)

Pepsi decidiu tirar do ar nesta quarta-feira (5) a propaganda com a modelo e socialite Kendall Jenner, após o comercial ser alvo de protestos de consumidores e ativistas.

No filme, a modelo aparece num protesto oferecendo uma lata de Pepsi a um policial. A propaganda causou indignação entre usuários do Twitter, e advogados de direitos civis disseram que a publicidade banaliza casos recentes de protestos nas ruas pelos Estados Unidos após mortes de homens negros desarmados e adolescentes por parte de policiais.

Em comunicado, a Pepsi pediu desculpas e disse que não tinha intenção de minimizar qualquer assunto sério. "Obviamente erramos o alvo e pedimos desculpas", disse a empresa, informando a retirada do vídeo e a interrupção da campanha. "Também pedimos desculpas por colocar Kendall Jenner nessa posição", acrescentou.

A propaganda foi lançada na noite de terça-feira, segundo a agência Reuters. O comercial mostra Jenner, modelo e estrela de um reality show, em um ensaio fotográfico quando percebe um protesto passando por sua locação. Ela, então, se junta à multidão que se aproxima de uma barreira de policiais.

Jenner chega perto de um dos policiais e oferece uma lata de Pepsi, fazendo com que o policial sorria, enquanto os manifestantes comemoram e se abraçam.

Embora o comercial não deixe claro contra o que é o protesto - as únicas pistas são símbolos de paz e uma trilha sonora com as letras "nós somos o movimento, essa geração" - espectadores o condenaram rapidamente.

"Se eu tivesse levado uma Pepsi acho que nunca teria sido preso. Quem poderia saber?", disse DeRay McKesson, uma das principais vozes do movimento Black Lives Matter, no Twitter. "Pepsi, essa propaganda é um lixo".

"O fiasco da propaganda com a Kendall Jenner é um exemplo perfeito do que acontece quando não há pessoas negras participando das decisões", acrescentou o comediante e escritor Trayvon Free.

Retome seu cérebro da pornografia.

...mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2


á escrevi antes sobre a dimensão fisiológica do vício em pornografia. Uma pesquisa neurológica concluiu que ela é tão poderosa quanto o vício em cocaína e heroína, uma vez que oferece uma singular união das sensações de estímulo e relaxamento. A pornografia grava verdadeiros caminhos fisiológicos no cérebro. Toda a experiência sexual tende a migrar para esses caminhos.

Concluí dizendo que nenhuma dessas pesquisas neurológicas surpreende Deus. Ele estruturou uma interconexão entre cérebro e alma. Novas descobertas sobre as conexões entre a realidade física e a espiritual não anulam essa realidade.

Não tome parte na abolição do homem

Não permita que uma pesquisa neurológica faça você ver a si mesmo somente como carne e reações químicas. Este é o grande mito do mundo moderno, o qual C.S. Lewis chamava de “a abolição do homem”. Trata-se da teoria que o pensamento humano nada mais é que movimentos no cérebro. Essa teoria foi desenvolvida para destruir a si mesma.

Lewis percebeu os tentáculos do materialismo alcançando cada esfera quando escreveu em O Peso de Glória.: “Sempre haverá evidências, e todo mês novas evidências, para mostrar que a religião é apenas psicológica; a justiça, apenas autoproteção; a política, apenas economia; o amor, apenas sensualidade; e o próprio pensamento, apenas bioquímica cerebral”.

Tome o controle da conexão mente-corpo

Nosso sentido de vida está enraizado na verdade supramaterial. Você não é mera matéria e energia. Você é uma alma que vive num corpo e que viverá para sempre no céu ou no inferno. Fomos criados à imagem de Deus, somos diferentes dos animais.

Enquanto cristãos, comprados com o sangue do Filho de Deus e habitação do próprio Espírito de Deus. Existem realidades estupendas, muito maiores que endorfinas e dopaminas.

Deus uniu nervos (físicos) e afeições espirituais (suprafísicas), como desejo, medo, alegria, raiva, pena, admiração, confiança, carinho e amor. Ao invés de deixar esta conexão te desencorajar, tome o controle e use isso a serviço da sua santidade. É isto que a Bíblia nos chama para fazer.

Não pense que a Bíblia está em silêncio sobre a importante questão que diz respeito a mente e o corpo – pensamentos e cérebro, afeições e química. Deus fez estas conexões entre o físico e o suprafísico e Ele pode nos dar sabedoria para viver em ambas.

Quero lhe oferecer algumas observações.

Renovação profunda, incluindo seu cérebro

A neurologia é uma ciência nova, que ainda dá seus primeiros passos. Ela mal começou a nomear os mistérios de como verdade e beleza são medidas pela linguagem, depois adentram o cérebro como pensamento e, por fim, são transpostas para os processos químicos correspondentes.

Por isso devemos nos apossar desta maravilhosa conexão, reafirmando o que a Bíblia afirma: Contemplando a glória do Senhor estamos sendo transformados (2 Coríntios 3:18). Se ver nudez muda o cérebro, por que deveríamos pensar que ver a glória de Deus exerce uma mudança menor? Se ‘trilhas neurológicas’ pervertem nossas afeições e nosso comportamento, não cometa o grande engano de acreditar que a santificação pode criar caminhos com menos eficácia.

Paulo chama você a ser renovado “no espírito da vossa mente” e a ser revestido “do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade” (Efésios 4:23,24). Tenha cuidado para não ignorar que essa renovação “no modo de pensar” não imprimirá caminhos no cérebro. Isso realmente acontece.

Paulo afirma, “vos vestistes do novo [homem], que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou” (Colossenses 3:10). Se ver pornografia na internet cria novos caminhos no cérebro, quanto mais vermos a Cristo, a visão espiritual “do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus” (2 Coríntios 4:4).

Não fomos abandonados aqui para criarmos novos cérebros sozinhos. “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus” (Efésios 2:10). Não se deixe influenciar pelas pesquisas sobre o cérebro. O Deus que fez o cérebro é o mesmo que escreveu a Bíblia.

O Espírito Santo, sono e domínio próprio

Desejo é algo espiritual? O domínio próprio é um “fruto do Espírito” (Gálatas 5:23). A maneira como o Espírito produzir seu fruto frequentemente inclui meios muito naturais. Por exemplo, outro fruto do Espírito é paciência (Gálatas 5:22). Mas qual de nós pode negar que nossa paciência aumenta ou diminui dependendo da quantidade de sono que conseguimos ter?

O amor, diz Paulo, é “paciente… não se ira facilmente” (1 Coríntios 13:4-5). Mas ficamos irados com mais facilidade e menos pacientes quando não conseguimos o descanso necessário. É ou não é?

O que quero dizer é que uma das muitas armas no arsenal do Espírito Santo é o sono. Ele nos torna humildes para percebermos que não somos Deus e que precisamos ficar indefesos quanto um bebê de sete a oito horas por dia, para que possamos ser a pessoa amável e paciente que Ele nos chama a ser.

Ocorre algo semelhante com o domínio próprio sexual. O Espírito Santo nos ensina por meio das Escrituras e pela experiência própria como nosso corpo funciona. Ele quer que nos apoiemos em seu poder enquanto fazemos uso das armas fisiológicas de contra-ataque que Ele nos deu. Assim, encontraremos êxtase de verdade!

Concluindo

A pesquisa neurológica está certa: nossos cérebros são profundamente afetados pelo que vemos. Quanto mais vemos, mais bem estabelecidos e controladores estes caminhos se tornam. Mas não somos suas vítimas. Esses poderes fisiológicos não têm a palavra final. Deus tem a palavra final. Ele nos deu armas espirituais tão poderosas, em termos fisiológicos, quanto a pornografia. Ele deseja ser visto por nós, frequente e profundamente (2 Coríntios 3:18 e 4:4).

Por fim, lembre-se que o poder espiritual de sua Palavra e do seu Espírito tem o direito de usar forças fisiológicas a seu serviço. Creia que Deus pode tomar os caminhos cerebrais da pornografia e transpor esses impulsos para o verdadeiro êxtase que é conhecer a Cristo.

Deus não merece só seus dez por cento.

Seria muita mesquinhez da minha parte achar que DEUS, só mereça 10% de meus ganhos. Não tem um assunto que gere tanta polêmica dentro e fora da igreja quanto o dinheiro. Cada vez mais as igrejas e os cristãos são atacados por participarem com os seus dízimos e suas ofertas em suas igrejas.

Primeiramente o dízimo e a oferta são questão de fé, não se devolve o que é do Senhor se não for por fé. Até o nosso culto ou serviço na casa do Senhor se não for por fé, nada vai adiantar.

“Em verdade, sem fé é impossível agradar a Deus…” Hebreus 11:6

Que darei eu ao Senhor, por todos os benefícios que me tem feito? Meus queridos irmãos não há valor numérico que possamos doar a Deus (Sua Obra) que retribua o que Ele fez por nós. Se o meu melhor, meu tudo for apenas 10%, quão miserável sou eu por pensar assim! Se fosse por merecimento nem os meus 100% cobriria Seu favor ao meu respeito.

Todos os dias DEUS nos dá saúde, nos presenteia com o folego de vida, nos alimenta e nos guarda, nos faz ver o nascer do sol e o seu por. A nossa vida está em suas mãos, não damos um passo se Ele não permitir, até o que ganhamos vem de suas mãos. Isso tem preço? Veja o que o Salmos 104:27-29 diz:

“Todos estes esperam de ti, que lhes dês de comer a tempo. Tu lhes distribuis, e eles apanham; abres a mão, eles são saciados de bens. Escondes o teu rosto, eles ficam perturbados; tira-lhes o fôlego, eles morrem, e voltam ao seu pó. Salmos 104:27-29

“Mas quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos contribuir tão generosamente como fizemos? Tudo vem de ti, e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos. 1 Crônicas 29:1
Que darei eu ao Senhor, por todos os benefícios que me tem feito?

Quando meditamos o que DEUS fez por nós, estando nós mortos em nossos delitos e pecados, e fomos comprados, resgatados, ganhamos um novo nome e o direito de morar no céu, compreendemos que tudo o quanto nós fizermos durante nossa vida não seria possível retribuir ao SENHOR o benefício da salvação. Se há algo que eu possa fazer, é doar-me a ELE. Tudo que há em mim bendiga seu santo nome.

“Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios”. Salmos 103:2

Tem um louvor que retrata bem esse contexto que diz:

“Perto quero estar, junto aos Teus pés, pois prazer maior não há, que me render e te adorar.
Tudo que há em mim, quero te ofertar. Mas, ainda é pouco eu sei se comparado ao que ganhei. Não sou apenas servo, teu amigo me tornei.
Te louvarei, não importam as circunstâncias. Adorarei, somente a Ti Jesus. ”

A nossa gratidão vai além de nossa oferta, a nossa gratidão vai além de 10%. Não temos como retribuir os benefícios do SENHOR. Tudo vem dEle. 1 Crônicas 29:1b, 1 Crônicas 29:16,

“Deus não precisa de nada. Ele é o Senhor de tudo, de todos. Nós é que precisamos nos libertar da escravidão dos bens terrenos.”

Meu dizimo não é só 10% dos meus ganhos, meu dizimo é bem mais, meu dízimo é 100% de minha vida entregue a Jesus Cristo. Esse é o dízimo que Deus tanto quer de nós, a nossa vida por inteira pra Ele. Quando pensamos assim, nada vamos reter para a obra de DEUS.

DEUS QUER O PRIMEIRO LUGAR EM NOSSAS VIDAS, A PRIMAZIA PERTENCE A ELE

Nossa gratidão vai além dos 10%. “Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações; os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho”. Provérbios 3:9-10

Agora, quem hoje está disposto a ofertar dádivas ao Senhor? “ 1 Crônicas 29:5b

Igreja evangélica chama hóstia de “pão do mal” e irrita católicos.

Convites distribuídos por uma igreja evangélica em Taquaritinga (SP) causaram polêmica entre os católicos. As embalagens plásticas, que continham hóstias foram distribuídas aos moradores. Além do endereço do templo e os horários de culto, traziam uma mensagem que associa o símbolo da eucaristia à expressão “pão do mal”.

O padre José Sidnei Gouveia de Lima explica que os folhetos sem identificação com as hóstias começaram a circular no final de março. Logo os fiéis católicos passaram a procurar as paróquias, indignados com a mensagem que dizia: “Dia 26 de março, vamos trocar o pão do mal pelo pão da vida, e determinar que todos tenham uma nova vida.”

O material logo foi atribuído por alguns católicos à Igreja Universal do Reino de Deus, que nega ser a autora. O padre Lima minimiza, dizendo tratar-se de um caso isolado. “As igrejas cristãs poderão dar um contributo muito grande a partir do momento em que construírem pontes entre si e buscarem viver a unidade”, acredita.

“Toda atitude de construir barreiras e muros, ou mesmo tocar símbolos que são tão importantes para as outras denominações religiosas, acaba sendo um retrocesso no testemunho que devemos dar como cristãos”, afirmou.

O padre lembra que, para a Igreja Católica, a eucaristia traz a presença real de Jesus Cristo, no que se chama de transubstanciação. “Qualquer situação que envolva esse símbolo da fé católica nos deixa muito tristes, porque está mexendo com a fé da comunidade cristã católica”, reclama.

Padres das cinco paróquias da cidade se reuniram com o bispo da Diocese de Jaboticabal (SP), Dom Eduardo Pinheiro da Silva, para escrever um comunicado expressando a indignação da Igreja Católica.

História falsa

Em seu site oficial, a Igreja Universal publicou nota negando ser responsável pela distribuição das embalagens com as hóstias e a mensagem que a chama de “pão do mal”.  A denominação informa que repudia qualquer ataque a outras religiões, deixando claro que tais acusações não têm qualquer fundamento. Com informações G1.

Historiador aposta que através da tecnologia “vamos nos transformar em deuses”.

A próxima indústria a render bilhões de dólares não será um serviço ou produto, mas a tentativa de oferecer um “upgrade” aos seres humanos, revelou um especialista. Para ele, em breve os seres humanos terão acesso à tecnologia que lhes permitirá “transformar-se em deuses”.

Autor premiado, o historiador Yuval Noah Harari ficou conhecido no Brasil pelo livro “Sapiens: Uma breve história da Humanidade”. Ele fez uma série de previsões em seu best seller Homo Deus: Uma Breve História do Amanhã.

“A maior indústria do século 21 provavelmente será a melhoraria dos seres humanos”, afirma Harari, que visualiza um futuro sombrio para a humanidade e “a ascensão da classe inútil”.

“Quando pensamos no futuro, geralmente pensamos em um mundo onde as pessoas são idênticas a nós, mas desfrutam de melhor tecnologia: armas a laser, robôs inteligentes e naves espaciais que viajam à velocidade da luz”, afirma.

Em seguida, revela que “No entanto, o potencial revolucionário das tecnologias futuras é mudar o próprio ser humano, incluindo nossos corpos e nossas mentes…  Os seres humanos vão se transformar em deuses”.

O historiador defende que os seres humanos vão adquirir habilidades, “que no passado eram consideradas divinas, como a juventude eterna, leitura da mente, e a capacidade de criar vida”.

Ele sublinha que embora essas ideias possam soar muito ambiciosas, retiradas de algum filme de ficção científica, as empresas gigantes da tecnologia já estão trabalhando para torná-lo realidade.

O Google, por exemplo, tem uma divisão que se concentra exclusivamente na “superação da morte”, enfatiza.  A singularidade, assunto já abordado em diversos livros e filmes, aposta que será possível fazer uma transferência da essência – ou alma – de uma pessoa para uma máquina, o que a faria, na prática, viver para sempre.

Harari explica a sua teoria “Eu acho que é provável que nos próximos 200 anos o Homo Sapiens vai fazer um upgrade em si mesmo para algum tipo se ser divino, seja através de manipulação biológica ou de engenharia genética e criação de ciborgues, parte orgânicos e parte não-orgânicos”. E continua: “Essa seria a maior evolução na biologia desde o surgimento da vida”.

Em uma projeção das próximas décadas, o conferencista da Universidade Hebraica de Jerusalém diz que os seres humanos mais avançados terão menos coisas para fazer durante o dia. Afinal, a maioria das tarefas será realizada por robôs e inteligência artificial. Eles então passarão a maior parte de suas vidas imersos na realidade virtual.

Além de seres humanos ‘melhorados’, Harari também acredita que a humanidade pode tornar-se “eternamente inútil” devido às capacidades crescentes de Inteligência Artificial.

Em entrevista recente, ele disse que há um lado sombrio nesse avanço da sociedade.  À medida que os seres humanos se tornam funcionalmente “inúteis”, podemos perder o “sentido de propósito”.

Ele antevê que, como nem todo mundo poderá arcar com os custos dessa atualização, haverá uma divisão que pode desencadear “velhas ideologias racistas”. Somente os ricos poderão viver para sempre com a ajuda da tecnologia, enquanto as camadas mais desfavorecidas da sociedade iriam continuar morrendo.

Levando tudo isso em consideração, ele pede que os seres humanos levem essa questão muito a sério. Ao invés de deixar o destino nas mãos dos cientistas, Harari defende que o assunto deveria ser parte da agenda política e que possamos, desde agora, ajudar a “decidir o rumo futuro da humanidade”.

Sacrifício de Cordeiro Pascal volta a ser realizado em Jerusalém.

A Suprema Corte de Justiça de Israel havia proibido membros do Instituto do Templo de realizar o sacrifício de um cordeiro no Parque Davidson, o sítio arqueológico adjacente ao Muro das Lamentações, no lado sul do Monte do Templo.

Contudo, a polícia deu permissão para que a reconstituição da cerimônia tradicional de Páscoa seja realizada na próxima quinta-feira (13) na praça principal do Bairro Judeu, dentro das muralhas da Cidade Velha.

O evento está marcado para as 17h30, no pátio da histórica sinagoga de Hurva. Ele será precedido de um debate público sobre as leis judaicas do ritual e o lançamento de um pedido formal junto ao governo para coordenação das visitas ao Monte do Templo.

São aguardadas  centenas de  pessoas, incluindo rabinos e lideranças políticas, para testemunharem a cerimônia. O Instituto deixa claro que o sacrifício é apenas uma reprodução do que era feito nos tempos bíblicos, uma vez que o sacrifício da Páscoa “real”  só pode ser realizado quando o Terceiro Templo for construído.

A ideia por trás da ação é “educativa”, para familiarizar os judeus modernos com os requisitos e mandamentos da lei da Torah [Antigo Testamento]. Assim como foi instruído por Moisés,  um cordeiro será morto, seu sangue retirado da maneira tradicional e jogado sobre um altar. O animal será assado e comido no local.

Há mais de uma década os membros do Instituto do Templo realizam a reconstituição do sacrifícios rituais, mas sempre fora das muralhas que cercam Jerusalém. Em 2014, membros do Instituto foram presos após tentarem realizar um sacrifício sem autorização no local.

Eles anualmente pedem permissão para realizar a cerimônia tradicional de Páscoa junto ao Monte do Templo, onde os levitas preparavam os animais quando o Templo ainda estava no local. Desde que o Segundo Templo  foi destruído pelo exército romano no ano 70, os judeus cessaram os sacrifícios de animais.

Temendo represálias dos muçulmanos que controlam o Monte do Templo, o pedido é sempre recusado ??pela polícia e pelos tribunais. Desta vez a permissão foi concedida, o que é marco para o Instituto, uma vez que é o primeiro registo de sacrifício desse tipo desde a refundação do Estado de Israel, em 1948.

Existe uma tradição de sacrifício nessa época do ano seguida pela pequena comunidade samaritana, mas como o sangue é derramado no monte Gerizim, não segue estritamente a tradição bíblica. Com informações Times of Israel

Ministério Evangelho Inegociável busca evangelização no meio virtual.

Pastor Marco Cicco, anglicano, é o fundador do Ministério Evangelho Inegociável (MEI), que busca divulgar um conteúdo consistente no que diz respeito à sã doutrina na internet.

Conforme o pastor, as atividades começaram com o Facebook, mas logo se expandiram. “Com a receptividade que tivemos, iniciamos em outras redes virtuais até chegar ao nosso site, hoje com mais de 300 estudos disponíveis. Temos que estar presentes no ambiente virtual cumprindo o IDE também”, ressaltou.

O MEI procura ser uma ferramenta de auxílio as pessoas que estão trilhando os passos de Cristo. “Evidentemente que a vida dos participantes do Evangelho Inegociável não se resume ao ambiente virtual, isto é apenas parte do ministério”, explicou Cicco.

O líder ainda comentou que todo o trabalho é voluntário. “Hoje temos 23 pessoas envolvidas no projeto. Existe sim espaço para novos membros, desde que tenham compromissos em suas igrejas locais e consigam conciliar esses compromissos com o trabalho que pretende realizar no MEI”.

O desenvolvimento do ministério e a participação na Igreja Anglicana Reformada do Brasil são atividades desempenhadas simultaneamente pelo pastor Marco. Ele atua “com dedicação, foco, ajuda de vários outros membros e com a profunda convicção de que fui chamado para isso”, declarou o líder, acrescentando que com o envolvimento de outros irmãos, não fica muito tempo online, e assim pode servir à Igreja Local.

Igreja Anglicana Reformada do Brasil

A Igreja Anglicana Reformada do Brasil (IARB) é uma igreja histórica, com liturgia semelhante a da Igreja Luterana. O foco maior da IARB não está em angariar membros, e sim, formar mais discípulos de Cristo.

“Eu sou prova viva disso. Mesmo com minhas funções na IARB, tenho apoio para ajudar Igrejas que pedem suporte ao MEI. Então sirvo comunidades locais, independentes, comunidades estas que estão levando a sério a pregação do Evangelho”, enfatizou o pastor.

Na América Latina o líder da igreja é o Bispo Josep Rossello. “Porém, todos os pastores das congregações anglicanas e ministros locais chamam para si esta responsabilidade e consciência em ser representantes da Igreja Anglicana Reformada do Brasil”, esclareceu pastor Marco.


A “esquerda evangélica” está induzindo cristãos ao erro, afirmam pastores.

por Jarbas Aragão


Recentemente, a agência Reuters publicou uma ampla reportagem sobre o aumento do ativismo político da “esquerda evangélica” que, desde a eleição do presidente Trump, vem usando passagens bíblicas “fora de contexto” para justificar seus ataques à agenda conservadora defendida por ele.

O pastor Sam Rohrer, da Associação de Pastores Americanos (APA), veio a público em um programa de rádio demonstrar sua insatisfação com essa perspectiva. Segundo ele, essa “esquerda religiosa” está induzindo as pessoas ao erro.

Rohrer acredita que os ativistas religiosos que se dizem liberais e defendem o casamento homoafetivo, aborto e outras ideias que contrariam frontalmente o que a Bíblia diz, são “falsos profetas” e “falso mestres”. Não importa os títulos que eles detenham, insiste o representante da Associação, eles ficam “pinçando” versículos e usando de uma retórica mais calcada em Marx que em Jesus.

O pastor Gary Dull, também membro da APA, que participava do mesmo programa radiofônico, afirmou que, em última análise, os teólogos liberais negam a “autoridade da Bíblia” e não possuem uma “cosmovisão bíblica”.

Já o pastor Dave Kistler, foi enfático ao dizer que “todas as causas esquerdistas são muito, muito antibíblicas”. Para ele, não é possível que um “crente na Bíblia” ou “verdadeiro seguidor de Jesus Cristo” se alinhe à esquerda, uma vez que ao longo da história todos os países de governo socialista e comunista acabaram perseguindo os cristãos.

Os três pastores concordaram que a “agenda” mais preocupante desse movimento esquerdista no meio da igreja é “combater a islamofobia” enquanto abraçam indiscriminadamente os islâmicos, sem levar em conta o que o Alcorão ensina. Para eles, um dos maiores erros cometidos em nossos dias é acreditar que Allah e o Deus da Bíblia sejam a mesma pessoa.

Rohrer lembrou que “o Alcorão diz que Jesus Cristo não é Deus e nem o filho de Deus”. Ao que Kistler respondeu: “Isso é inacreditável, algumas denominações importantes têm assinado documentos em apoio à Sociedade Islâmica da América, ignorando que eles negam a Jesus”.

Diálogo inter-religioso é enganação

A Associação de Pastores Americanos está divulgando pela internet uma longa palestra do dr. Mark Christian, que foi um líder muçulmano no Egito. Após mais de 10 anos pesquisando a fundo os ensinamentos do Alcorão e da Bíblia, ele abandonou a fé islâmica para seguir a Jesus.

Decidiu adotar o nome de Mark Christian para marcar essa ruptura. Desde então vem se dedicando a alertar a igreja mundial sobre os perigos do chamado “diálogo inter-religioso”. Como membros de sua família foram fundadores da Irmandade Muçulmana, ele diz que a tentativa dessa organização extremista é usar do discurso de “mesmo Deus” para tornar suas crenças mais aceitáveis no Ocidente.

“Os muçulmanos não são o inimigo, mas o Islã é”, adverte Christian. “É o pecado que estamos combatendo, não os pecadores. Devemos amar os pecadores”, disse ele. Mesmo assim, adverte que há no Alcorão diversas instruções para matarem os infiéis, ou seja, aqueles que não creem em Maomé.

Lembra também que há diversos líderes muçulmanos “tentando distorcer a verdade sobre o que eles realmente acreditam para enganar os cristãos ocidentais, fazendo-os pensar que os muçulmanos acreditam nas mesmas coisas que eles”.

Ele deixa bem claro que a primeira noção equivocada é a achar que os muçulmanos também acreditam na Bíblia. “Existe uma diferença grande quando os islâmicos falam sobre Jesus Cristo. Eles acreditam que Jesus foi apenas um profeta, que não morreu na cruz, mas foi substituído milagrosamente no dia da crucificação por Judas. Também dizem que Jesus foi elevado ao Céu, de onde voltará. Portanto, para eles Jesus nunca morreu”, enfatiza.

Ex-“bruxa da Cracolândia” encontra Jesus e agora quer ser missionária

O Fantástico exibiu neste domingo (2) uma matéria positiva sobre o trabalho dos evangélicos na recuperação de drogaditos, algo raro na Rede Globo. A missão Cristolândia, mantida pelo departamento de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira, tem como objetivo resgatar pessoas que estão perdidas nas drogas e lhes oferecer uma nova vida em Cristo.

Sílvia é uma das pessoas que aceitou esse convite. Antes conhecida como “bruxa da Cracolândia”, hoje ela estuda teologia e seu desejo é ser missionária. Durante 14 anos ela viveu na Cracolândia, no centro de São Paulo, esmolando e vivendo para a próxima dose de crack.

Sílvia quando era conhecida como “Bruxa da Cracolândia”

Antes disso, ela ficou 25 anos na cadeia. Morando na rua desde a infância, a maior parte de sua vida ela só conhecia o crime e o submundo das drogas. Aos 60 anos ela hoje mora no Rio de Janeiro e, de muitas maneiras, vive uma vida totalmente nova.

Seu destino foi mudado cinco anos atrás, após ela ter conhecido Fernanda Toyonaga, voluntária do projeto. Silvia diz que o primeiro gesto de carinho da missionária iniciou uma mudança em sua vida: “Ela me trouxe esperança, vontade de viver, de ficar em pé”.

Através de Fernanda, ela ouviu a Palavra de Salvação e conheceu a Jesus. Durante a reportagem, ela faz questão de ressaltar: “Deus é misericordioso”.

Embora o programa não tenho mencionado nenhuma vez o nome de Jesus, a camisa que Sílvia aparece usando parece
resumir o seu testemunho: “Jesus Transforma”.

Médica é filmada confessando os horrores da indústria do aborto: “É preciso musculação para desmembrar um bebê”

Médica é filmada por uma câmera escondida dizendo detalhes sobre a indústria do aborto e afirmando que precisa ter bíceps fortes para mutilar os bebês durante o procedimento

Por Will R. Filho

O debate sobre a legalização do aborto vai muito além de um tema envolvendo direitos e deveres ou da saúde pública. Na prática, os interesses por trás dessa prática dizem respeito também ao comércio ilegal, com a venda de órgãos e partes do corpo de um bebê, ou feto, para a indústria do aborto. Em mais um vídeo divulgado esta semana, uma médica e ex-diretora de uma das clínicas da empresa abortista “Planned Parenthood”, revela detalhes sobre a crueldade praticada contra a vida humana em seu estágio mais indefeso.

A gravação é resultado de uma série de investigações sobre a indústria do aborto nos Estados Unidos, que recentemente flagrou uma das diretoras da Planned Parenthood vendendo partes de corpos de bebês abortados, causando repúdio em todo mundo. Foi com base nessas descobertas, bem como em questões éticas e morais em defesa da vida, que o Presidente americano Donald Trump decidiu cortar o financiamento público de quase US$ 530 milhões para a Planned Parenthood, provocando reações de apoio e críticas em vários países.

No caso atual, um investigador disfarçado foi buscar informações com a médica DeShawn Taylor. Gravando a conversa com uma câmera escondida, o investigador registrou a crueldade praticada contra bebês com até 24 semanas de vida:

“Meus bíceps agradecem quando o composto químico funciona, para matar o feto antes de retirá-lo. Eu me lembro de quando eu era uma funcionária da ‘Planned Parenthood’ e estava em treinamento. Eu pensava: ‘Nossa! Eu tenho que frequentar a academia e fazer musculação para terminar isso”, disse a médica, segundo informações da CBN News.

Taylor explica que eles utilizam uma substância química chamada digoxina, para assassinar o bebê no útero da mãe, com o objetivo de facilitar a mutilação do corpo e/ou a aspiração do mesmo pelos instrumentos usados durante o aborto. Todavia, devido aos interesses de algumas indústrias (?) em adquirir partes do corpo para pesquisa, nem sempre eles utilizam tal substância, para não danificar o corpo. Devido a isso, ela considera muito trabalhoso fazer um abordo sem a digoxina, pois precisa ter força nos “bíceps”!

“As autoridades do país devem parar de forçar os contribuintes a subsidiarem a indústria criminosa do aborto que é a ‘Planned Parenthood’, e o Departamento de Justiça deve abrir imediatamente uma investigação completa e processar esta rede abortista até o máximo da lei”, disse David Daleiden, líder de uma organização pró-vida de médicos, comentando sobre a investigação.

Da mesma forma, o Senador americano James Lankford repudiou às atrocidades da indústria do aborto e cobrou aprovação de leis para proteção da vida humana ainda dentro do útero materno, bem como após o nascimento, no caso de bebês que sobrevivem a tentativa de aborto:

“Alguns bebês, embora milagrosamente, sobrevivam a um aborto, em vez de receberem cuidados de salvamento, são abandonados em morrem em uma nas clínicas. É hora de aprovar a Lei de Proteção da Criança Não-Nascida e a Lei de Proteção aos Sobreviventes de Aborto Nascidos Vivos. Não podemos ser uma nação que faz isso com nossos filhos”, disse ele. Veja o vídeo abaixo:


A restauração da Nação só acontecerá quando a Igreja se abrir para Deus, diz pastor Hernandes Dias Lopes

Por Tiago Chagas

Em tempos de crise econômica e social, com os malfeitos de corrupção sendo expostos diariamente, é comum ver pastores incentivando os cristãos a orarem pela cura da Nação. Entretanto, o pastor Hernandes Dias Lopes alerta que Deus não agirá na sociedade antes de terminar a restauração da Igreja.

Com um sermão baseado em II Crônicas 7, o pastor presbiteriano afirmou que é preciso atentar para a vontade do Pai em relação à proposta de experiência profunda e gloriosa da qual se trata o Evangelho, e disso, surgirá o avivamento espiritual.

“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra”, destacou Lopes, recitando o versículo.

A condicionante da mensagem foi enfatizada pelo pastor: “Mesmo sendo povo de Deus, nós podemos, rebeldemente, nos afastar da intimidade de Deus. Nessa hora Deus precisa nos disciplinar para nos voltarmos para Ele”.

Seguindo o raciocínio lógico, Hernandes Dias Lopes observou que a obra divina necessariamente tem seu início no corpo de Cristo: “Deus não irá restaurar a nação antes de restaurar a Igreja. O juízo começa pela casa de Deus. A mudança começa em nosso coração”, disse ele.

O pastor foi além, frisando que “a soberania de Deus não anula a nossa responsabilidade” de buscá-Lo, e de fazer com que a transformação causada pelo Evangelho em nossas vidas seja percebida pelos demais.

“Por isso, avivamento começa com choro. Começa não com a religiosidade teatral, onde se rasga as vestes e não o coração”, exortou. “Todos os avivamentos da história foram precedidos por oração. Se nós queremos avivamento para a igreja e restauração da Nação, nós precisamos nos humilhar e buscar a Deus em oração. Não há outro caminho. Essa é a receita de Deus”, acrescentou.

Autocrítica

Hernandes Dias Lopes convidou os ouvintes de seu sermão, pregado na Igreja Presbiteriana de Pinheiros, a uma reflexão sobre a oração, e pontuou que nossas preces nem sempre são uma ação em busca da presença de Deus.

“Passe um prumo nas orações feitas hoje e você verá isso. O conteúdo da maioria das orações é ‘me dê, abençoe minha casa, meu trabalho, meus amigos’… Nós estamos orando como se Deus fosse uma espécie de ‘office boy celestial’”, criticou.

“Avivamento não é sede de bênçãos. Avivamento é sede de Deus […] É buscar a face de Deus, é ter ânsia por Deus, é desejar mais do que qualquer outra coisa a manifestação de Deus”, explicou.

O sermão, rico, chamou atenção ainda para o fato de que a Bíblia é enfática ao dizer que é preciso abandonar os maus caminhos: “Nenhum de nós está fora do alcance dessa exortação — todos nós temos maus caminhos que precisamos abandonar. Nós queremos um avivamento e este avivamento passa por nós. Deus está mostrando o caminho e o preço que devemos pagar”.

 Evangélicos fazem campanha contra projeto de Jean Wyllys para legalizar a prostituição

Em meio à Reforma da Previdência, Jean Wyllys propõe aposentadoria especial para prostitutas.


A Reforma da Previdência vem sendo debatida no Congresso Nacional em meio a inúmeras polêmicas, por conta da previsão de quase cinco décadas de contribuição para que o trabalhador tenha acesso ao benefício integral. E nesse cenário, O deputado Jean Wyllys propõe um regime especial para profissionais do sexo, já que atualmente essas pessoas teriam que contribuir como um profissional autônomo comum.

O deputado federal e ativista gay é autor do projeto de lei 4.211/12, apelidado de “lei Gabriela Leite” – uma ex-estudante de sociologia que adotou a prostituição como meio de vida aos 22 anos e faleceu em 2013 – que busca regulamentar a venda de sexo como profissão.

A ideia de aposentadoria especial para prostitutas e garotos de programa é defendida por Wyllys como forma de “garantir a dignidade” das pessoas que se sustentam com a chamada “profissão mais antiga do mundo”.

“Eu quero proteger os direitos delas, garantir a dignidade e combater a exploração sexual de crianças e adolescentes. Digo, ‘elas’, porque a maioria das pessoas que realizam trabalho sexual são do gênero feminino, mas o projeto também beneficia os garotos de programa”, disse Wyllys, segundo informações da Agência Brasil.

Para Jean Wyllys, a exploração sexual por parte de cafetões só “ocorre quando há apropriação total ou maior que 50% do rendimento da atividade sexual por terceiros”, dando a entender que a lei toleraria “parcerias” em que o proxeneta abocanha 49% ou menos.

+ Evangélicos fazem campanha contra projeto de Jean Wyllys para legalizar a prostituição

“O projeto busca fazer uma clara distinção entre o que é trabalho sexual voluntário – praticado por pessoas adultas – e a exploração sexual de adultos”, argumenta.“O profissional do sexo poderá prestar serviços como trabalhador autônomo ou em cooperativas, e as casas de prostituição são permitidas desde que não ocorra exploração sexual”, concluiu.

Cida Vieira, presidente da Associação de Prostitutas de Minas Gerais (APROSMIG), defende o projeto, e diz que, como qualquer outro profissional, a prostituta deve ter o direito de se aposentar e receber benefícios da Previdência Social.

Outra apoiadora da iniciativa é Marcela Azevedo, representante do movimento Mulheres em Luta, mas afirma que gostaria existisse a oferta de condições para que as mulheres não precisassem mais vender o corpo para sobreviver.

“Nós nos solidarizamos com as lutas dessas mulheres contra violência, exploração, por direito a se aposentar. Mas a gente acha que o caminho não é regulamentar, pelo contrário, é superar a prostituição. A alternativa é garantir as condições para que as mulheres que estão em situação de prostituição, não por opção mas por necessidade, que possam construir a sua vida em outra condição”, concluiu.

+ Deputado Jean Wyllys demonstra incômodo com denúncias do Gospel+

A jornalista Rachel Scherazade comentou o projeto de lei e criticou a iniciativa, afirmando que o deputado “ex-BBB romanceia a prostituição, como se ela fosse uma opção, como se a exploração sexual não fosse uma agressão e uma indignidade contra a mulher, sua alma, seu corpo”.

“Quantas escolheriam a difícil vida fácil, se tivessem outra alternativa? Sem estudos ou profissionalização, o que restará a essas mulheres senão o mais humilhante dos serviços? Razão dou à feminista Nalu Faria. Para ela, o projeto de Wyllys falseia e distorce a realidade da prostituição, e não passa de um meio de suprir a necessidade da indústria sexual, que utiliza o corpo das mulheres para faturar altos montantes”, criticou, em comentário para a rádio Jovem Pan.

URGENTE: aborto pode ser legalizado dentro de 4 dias pelo Supremo após ação do PSOL

PSOL entrou com uma ação no STF pedindo a legalização do aborto até a 12ª semana de gestação. Ministra Rosa Weber deu prazo de 5 dias para a manifestação do Presidente Temer e outras autoridades. Partido Social Cristão já se manifestou sobre o caso

Por Will R. Filho

A população brasileira, através de consultas populares e pesquisas oficiais, já se posicionou diversas vezes contrária à legalização do aborto no país. Todavia, alguns partidos liberais mantém uma postura firme contra os interesses da maioria.

É o caso do PSOL, partido do deputado Jean Wyllys – que propõe aposentadoria especial para prostitutas. Dessa vez, porém, a intenção do PSOL é descriminalizar o aborto até a 12ª semana da gestação.

O PSOL entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para legalizar o aborto até a 12ª semana, sob a justificativa de “discriminação” contra mulheres negras, indígenas, pobres e de baixa escolaridade, que vivem em regiões distantes dos centros urbanos e, portanto, segundo o argumento do partido, não teriam as mesmas condições das mulheres “ricas” em se precaver da gravidez. Talvez, implicitamente, até mesmo de fazer um abordo seguro, ainda que clandestino.

Para o PSOL e sua militância, ao que parece, devemos culpar os menos indefesos e torná-los réu de juízo por terem surgido no útero de mulheres que, segundo a lógica implícita do argumento, não possuem qualquer conhecimento sobre como acontece a gravidez, suas consequências e responsabilidades, mesmo em pleno século XXI.

No final das contas, uma problemática ética de ordem social maior, que envolve infraestrutura, conscientização, educação e diz respeito aos que já nasceram, virou argumento dos liberais para justificar a morte dos mais inocentes da história: os bebês!

Isso, porque, segundo o PSOL, com base na precariedade onde vivem algumas mulheres menos favorecidas, o aborto deve ser legalizado porque “os métodos para a realização de um aborto são mais inseguros do que aqueles utilizados por mulheres com maior acesso à informação e poder econômico, resultando em uma grave afronta ao princípio da não discriminação”, segundo informações publicadas no Estadão.

A relatora da ação, ministra Rosa Weber, determinou na última segunda-feira (27) que o presidente Michel Temer, o Senado e o Congresso se posicionem perante o caso dentro de cinco dias.

O Partido Social Cristão (PSC) entrou com um pedido para que seja aceito como “amigo da Corte” no âmbito da ação. Ou seja, que participe da análise da questão, na intenção de opinar no sentido contrário à proposta. Para o PSC “o direito à vida é inviolável, posto a salvo desde a concepção e dele ninguém pode ser privado arbitrariamente”.

Quem também se manifestou nas redes sociais foi o pastor Silas Malafaia. Através da sua conta no Twitter, Silas criticou o STF em “querer aprovar o aborto na caneta”, dizendo que fará um vídeo comentando o caso:

“Quinta-feira vou postar um vídeo do absurdo do STF querer aprovar o aborto na caneta. Importantíssimo você assistir.”, escreveu ele.

Por falta de padres, papa Francisco considera ordenar homens casados para o sacerdócio

O novo destaque envolvendo o papa Francisco foram suas declarações em uma entrevista concedida ao jornal alemão Die Zeit, na última quinta feira (9). Para o pontífice argentino, que sofre críticas de segmentos da própria religião, a Igreja Católica deveria passar a considerar ordenar homens casados para o sacerdócio, mais especificamente, os “viri probati”.

A intenção, todavia, não seria extinguir por completo a tradição do celibato dos padres, mas considerar digno de exercer algumas funções vinculadas ao sacerdócio, homens considerados de “fé comprovada”, com capacidade para tal ofício, chamados “viri probati”..

A medida, segundo informações do Estadão, seria para suprir a falta de padres na Igreja Católica, especificamente em regiões distantes.

“Também devemos determinar quais seriam suas funções, por exemplo, em localidades remotas”, disse Francisco na entrevista, sugerindo que tal medida decorre de uma crise espiritual a Igreja Católica atravessa.

“Na vida humana acontece assim. O crescimento biológico sempre é uma crise, não? A crise de uma criança que se torna adulta. Com a fé é o mesmo. A crise faz parte da vida de fé. Uma fé que não entra em crise para crescer, permanece infantil”, disse ele.

O papa Francisco que foi recentemente criticado publicamente em uma manifestação pelas ruas de Roma, com cartazes contra algumas de suas medidas consideradas muito liberais, pode iniciar outra onda de insatisfação após sugerir a ordenação de homens casados para o sacerdócio, muito embora o tema já tenha sido discutido por outros Papas, como Bento XVI.

A expectativa, no entanto, é que sua intenção encontre apoio no Vaticano, como do amigo pessoal e cardeal dom Claudio Hummes, que ainda segundo a matéria alemã já vinha pressionando a cúria romana para autorizar a ordenação dos “viri probati” em regiões como no Amazonas, onde a Igreja Católica possui apenas um padre para cada 10 mil católicos.

Relator do Escola sem Partido luta contra a “diversidade de gênero” no MEC

Deputado Flavinho do Escola sem Partido, junto com a bancada evangélica, querem excluir o tema sobre "diversidade de gênero" do ensino nas escolas públicas em respeito a vontade da maioria das famílias e da decisão do Congresso tomada em 2014

Por Will R. Filho

O deputado Flávio Augusto da Silva (PSB-SP) tem articulado junto com a bancada evangélica no Congresso uma mobilização que visa eliminar do decreto número 9.005/2017, assinado pelo Presidente Michel Temer no dia 14 de março desse ano, as referências a diversidade de gênero e orientação sexual no Artigo 25, seção II, da Diretoria de Políticas de Educação em Direitos Humanos e Cidadania, visando “desenvolver programas e ações transversais de educação em direitos humanos e cidadania nos sistemas de ensino”, segundo o documento.

O motivo, segundo o deputado Flavinho, como também é conhecido, é que essa menção é mais uma manobra política, na tentativa de implantar a ideologia de gênero nas escolas, burlando, assim, a decisão do Congresso Nacional em junho de 2014, quando ficou decidido pela exclusão das questões sobre “gênero” no material escolar das escolas públicas.

Como relator do programa Escola Sem Partido, Flavinho tem consciência que o desejo da grande maioria da população no Brasil é que os conteúdos sobre “gênero” e “orientação sexual” não sejam trazidos para sala de aula, devido ao risco de doutrinação ideológica. Isto é; a tentativa de “modelar” o pensamento de crianças e adolescentes para valores divergentes da família.

“A introdução destas terminologias não condiz com o anseio da imensa maioria dos cidadãos”, disse o deputado em matéria publicada no jornal O Globo, enfatizando que qualquer discordância em relação a isso deve ser levada (mais uma vez) para o Congresso decidir; “aproveito para reafirmar que se o Executivo deseja tratar desta temática que encaminhe ao Congresso Nacional projeto de lei que verse exclusivamente sobre esta temática”, declarou.

A ideologia de gênero e o discurso social

A iniciativa dos parlamentares para retirar os conteúdos sobre gênero e orientação sexual das escolas, segundo Flavinho, não é por questões religiosas, mas pelo interesse da própria população, que deseja preservar o direito de educar os filhos segundo seus valores, assim como proteger os alunos que, pensando e sendo educados de forma contrária, não sejam intimidados ou tolhidos em seus direitos por questões de um conteúdo que é fortemente questionado pela ciência.

“Desde a primeira audiência pública que nós tivemos, sempre se levanta a questão religiosa, só que não é disso que esta comissão trata. Esta comissão analisa seis projetos de lei que visam proteger os direitos dos educandos”, disse o deputado, se referindo ao projeto Escola Sem Partido, que se implantado oficialmente, deverá proteger os alunos de possíveis tentativas de “doutrinação”.

Além de tratar sobre a defesa da família em educar os filhos com os próprios valores, os deputados se preocupam também com a divulgação de uma ideologia que tem sido combatida por profissionais de vários segmentos. Foi o cato da nota publicada pelo American College of Pediatricians (Colégio Americano de Pediatria), dizendo o seguinte:

“O ACP insta os educadores e legisladores a rejeitarem todas as políticas que condicionam as crianças a aceitarem como uma vida normal o uso de produtos químicos e de representação cirúrgica para mudança de sexo. Fatos – e não uma ideologia – determinam a realidade”, diz trecho da nota, se referindo a casos de pessoas “transgêneros”, como também noticiamos, após denúncia da Psicóloga Marisa Lobo, ao rebater a reportagem do programa Fantástico.

Por fim, a preocupação da bancada evangélica, unida ao projeto Escola Sem Partido, é não permitir com que alunos, especialmente os mais novos que ainda não possuem maturidade suficiente para discernir questões delicadas, sejam expostos a ideologia de gênero, dado a sua inconsistência no mundo acadêmico.

“Endossar a discordância de gênero como normal, através da educação pública e políticas legais irá confundir as crianças e os pais, levando cada vez mais crianças a se internarem nas ‘clínicas de gênero’, onde serão medicadas com bloqueadores de puberdade”, alertou o ACP.


Relator do Escola sem Partido luta contra a “diversidade de gênero” no MEC

O pastor Manoel Ferreira recebe o título de maior reconhecimento por seu legado na Assembleia de Deus, se tornando o Bispo Primaz Mundial da igreja, na mesma ocasião em que seu filho, Samuel Ferreira, também é ordenado Bispo

Por Will R. Filho

Samuel Ferreira, que também é o presidente executivo da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, Ministério de Madureira, foi ordenado bispo recentemente, conforme noticiamos em 25 de março. Dessa vez informamos que seu pai, o também pastor Manoel Ferreira, foi ordenado a um cargo de maior proeminência no cenário internacional da Igreja no mundo, que é o de “Bispo Primaz”.

Nascido em 30 de Maio de 1932, na cidade de Arapiraca no Estado da Alagoas, pastor Manoel Ferreira possui um grande legado de atuação na Assembleia de Deus, dentro e fora do Brasil. Formado em Sociologia, Teologia e em Direito, o pastor foi ordenado ministro em 1 de março de 1960 e desde então não parou de atuar como líder e forte articulador na Igreja.

Autor dos livros “Não Apagueis o Espírito Santo”, “Reflexões e Desafios para o Novo Milênio” e “Cidadania Pés no Chão”, pastor Manoel Ferreira é atualmente o Presidente vitalício da Assembleia de Deus Ministério de Madureira (CONAMAD) desde 1999, mas foi a sua ordenação a Bispo Primaz Mundial da igreja que lhe conferiu o título de reconhecimento mais proeminente, após proposta apresentada pelo pastor José Bittencourt, presidente da Comissão Jurídica da Conamad:

“Na verdade ele foi “reconhecido” pelo colégio de bispos, por meio de uma proposta feita pelo Pastor José Bittencourt. Uma forma de diferenciá-lo dos demais bispos pela sua história e trajetória ministerial”, disse um membro da AD Madureira ao JM Notícia.


Rua. B Caminho E XVIII - 01 A - Feira X - Muchila - CEP: 44.006.346 - Feira de Santana - Bahia - Brasil
                     Fones: (75) 3226-7280 // 99178-8743  E-mail: radioprincesadosertao2016@yahoo.com 
                                    ATE AQUI NOS AJUDOU O SENHOR DOS EXÉRCITOS !

Clique aqui para editar.